Art

Chains against lies; Butterfly for Freedom

32

If someone knows the artist responsable for this image, please let me know! I’ve seen this a long time ago but never forgot it since it´s such a powerful and meaningful image.

April 1st, as a huge irony applies to today´s history, is called around by April Fool´s Day. In Brazil, the used expression, translated, would be “the day of the Lie”. On April 1st, 1964, the national armed forces did something they had been wanting to for a long time: took over the Presidency of the country, without asking for people´s approval. The promise was that new elections would soon be held, but that was clearly an April Fool´s Day lie, since that did not happen until 21 years later (by election inside the Congress, not yet by the nation´s popular votes). During that time, as it happened in other dictatorships across South America, thousands of people were persecuted, tortured and killed. In some coutries, what happened during that time is seen as something to be remembered so as never to happen again – like a very meaningful Museum in Chile shows. In Brazil, nothing was effectively done until very recently to make up for the victims´ families or even for general memory. We can now – and that is amazing, because many people suffered for not  being able to do so – reach up for a buterfly, and actually see a better future ahead.  Amazing as it sounds, some people, not satisfied with the Government´s positions, are, believe it or not, today, still asking to have the chains locking us again. In that case, I believe butterflies migh just be smarter than these people. At least a butterfly knows when it stopped being a catterpillar. Right?

~

Se alguém souber que é o artista responsável por esta imagem, por favor me avise! Há bastante tempo que a vi pela primeira vez, mas nunca a esqueci, por ser tão eloquente e cheia de significado.

1.o de abril, como uma enorme ironia se aplica à história de hoje, é chamado por aí de Dia dos Tolos, mas no Brasil chamamos de Dia da Mentira. Em 1.o de abril de 1964, as forças armadas fizeram algo que há muito desejavam: tomaram a Presidência do país, sem pedir a aprovação do povo. A promessa foi de que novas eleições seriam convocadas em breve, mas isso foi claramente uma mentira de Dia dos Tolos, já que só foi cumprido 21 anos depois (e ainda sim, por eleição dentro do Congresso, não ainda por voto do povo). Durante esse período, como aconteceu  em outras ditaduras na América do Sul, milhares de pessoas foram perseguidas, torturadas, e assassinadas. Em alguns países, o que aconteceu nesse tempo é visto como algo para ser lembrado de forma a não ser esquecido – como mostra um museu muito significativo no Chile. No Brasil, nada foi de fato feito, até bem pouco tempo atrás, para tentar dar alento às famílias das vítimas e à memória coletiva. Podemos agora – e isso é muito bom, porque muitos sofreram por não podê-lo – alcançar a borboleta e de fato ver um futuro melhor à frente. Por incrível que pareça, algumas pessoas, não satisfeitas com os rumos do Governo, estão hoje, acreditem ou não, pedindo para termos de volta as correntes nos trancando. Nesse caso, acredito que as borboletas possam ser mais inteligentes que essas pessoas. Pelo menos a borboleta sabe quando deixa de ser lagarta. Não é?

 

Website – Museo de la Memoria y los Derechos Humanos de Chile

Advertisements
Standard

Wanna comment?! Quer comentar?

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s